Ir direto para menu de acessibilidade.
Sobre o PPGEA > Perfil do Egresso
Início do conteúdo da página

Perfil do Egresso

Publicado: Terça, 26 de Junho de 2018, 14h44 | Última atualização em Terça, 26 de Junho de 2018, 14h44 | Acessos: 2255

Em relação ao perfil do egresso, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, faz-se necessário alguns esclarecimentos no que se refere a sua procedência, não só em relação a formação acadêmica como também a  trajetória profissional. Tais informações são pertinentes e necessárias para o entendimento real de sua trajetória acadêmica para melhor se compreender as suas preferências no momento da sua busca do saber, na definição do seu objeto de pesquisa e nas suas escolhas ao concluir seus cursos. 

Identificando os perfis acadêmico e profissional percebe-se que os ingressos do Programa são graduados em cursos da área de Ciências Agrárias I  como Engenharia Agrícola, Agronomia, Zootecnia, Engenharia Florestal bem como,  em cursos de engenharia, especialmente,  Civil, Alimentos, Química, Elétrica, Mecânica e, finalmente,  em áreas afins  como Design, Arquitetura, Meteorologia. Em relação a trajetória profissional muitos ingressos  já estão atuando no mercado de trabalho como docentes, pesquisadores, produtores, técnicos ou profissionais liberais e vem para o Programa . Essa diversidade de formação e de atividades desenvolvidas faz com que o egresso do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola possa tanto voltar a suas instituições de origem como buscar novas possibilidades no mercado de trabalho. 

Até o momento não foi realizado um estudo mais consistente em relação ao egresso do programa mas,  por informações dos orientadores e dos próprios mestres e doutores  formados no Programa, sabe-se  que a maioria  já está atuando em Instituições Públicas (Universidades, Institutos Federais) e privadas como professores, pesquisadores ou técnicos e outros tantos estão dando continuidade à sua formação (cursando Doutorado ou fazendo Pós-doutorado).  Importante destacar que a  grande maioria dos egressos fez o curso com bolsa de estudos. E que os oriundos de instituições públicas realizaram seu cursos com liberação das suas atividades e afastamento remunerado. Ressalta-se que alguns discentes não receberam bolsas, tendo cursado a Pós-Graduação às suas próprias expensas. 

Portanto percebe-se que procura pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola está relacionada à busca da carreira docente, do aprimoramento profissional e o anseio de realizar pesquisa como também, as possibilidades de um viver melhor e se manter ou buscar um vínculo empregatício satisfatório que contribua para a melhoria de sua própria condição social. 

No que se refere a atividades de Gestão tem-se egresso do Programa ocupando cargo de Reitor na UFERSA; Pro-Reitor de pesquisa no IFBaiano, Diretor do IFPE, Campus Barreira;  Diretor Geral da UTFPR do  Campus de Medianeira-PR, de Diretor do Instituto Nacional do Semiárido, entre outros.

registrado em:
Fim do conteúdo da página